Sem alvará, ex-Malhação Daniel Erthal teme prejuízo de R$ 12 mil em show da Madonna

0
507


Foto: @ilhadasede via Instagram / Estadão

Daniel Erthal, de 42 anos, que ganhou fama ao atuar em Malhação, pode levar um prejuízo de R$ 12 mil com o show de Madonna na Praia de Copacabana, na zona Sul do Rio de Janeiro. Ele investiu o valor citado em mercadorias, no entanto, foi impedido de colocar seu carrinho de ambulante nas ruas recentemente.  

Receba as principais notícias direto no WhatsApp! Inscreva-se no canal do Terra

O ator recebeu um novo carrinho há quase uma semana, ao sair para testar algumas funções do equipamento de trabalho, ele foi alertado que não poderia atuar naquela região no dia da apresentação da Rainha. Daniel trabalha como vendedor autônomo na região de Copacabana desde o fim de 2023.

“Em média, eu poderia vender 1,2 mil latas, num tíquete médio de R$ 10 cada, faturaria aí uns R$ 12 mil. Só penso nisso [no prejuízo]. Mandei mensagem agora para o sub-prefeito pedindo uma solução, pedindo pra contribuir com a venda durante o show [de Madonna]. Estou esperando uma resposta. Eu tinha acabado de conversar com o sub-prefeito e uma hora depois eles [fiscais] chegaram e me disseram que eu não poderia estar ali, eu nem estava comercializando, não tinha mercadoria no carrinho, só ia testar a luz”, disse ao jornal Extra!.

Daniel Erthal contou que a Prefeitura do Rio lhe ofereceu um ponto fixo para vender suas bebidas na praia, porém, para isso, ele teria que desembolsar R$ 2,8 mil ao ano. A proposta não encantou o artista, que corre para obter um alvará de ambulante, visto que o documento será necessário para acessar a área do show.

“O problema é que você tem que pagar e ficar esperando a liberação sem saber exatamente quando e onde poder trabalhar. Eu não posso esperar, por isso estou pleiteando meu alvará de ambulante, como tem o pipoqueiro, o vendedor de coco, e [para não levar prejuízo] pretendo ficar na mesma rua em que já ficava antes. O carrinho tem o mesmo tamanho [que o antigo]”, completou ele.

Madonna se apresenta no Rio de Janeiro no sábado, 4 de abril, na praia de Copacabana. O show começa por volta das 21h45, terá duas horas de duração e poderá ser visto na TV e internet por transmissão ao vivo. Antes, às 19h, DJs aquecem o público e, às 20h, é a vez do norte-americano Diplo pilotar a festa.

Até a publicação deste texto, dois nomes grandes foram confirmados para subir ao palco da Rainha do Pop: Anitta, com quem Madonna tem uma música, e Pabllo Vittar. A ideia é que a drag queen participe de um ato de voguing durante o show. Já a participação da Poderosa ainda é um mistério para os fãs.

Já para o after, festa que deve começar assim que terminar o show da Rainha, foi escalado o brasileiro Pedro Sampaio. O próprio cantor anunciou a participação pelo Instagram. O evento também é gratuito e ocorre no Palco Leme, em frente ao palco principal, entre a Rua Prado Júnior e Avenida Princesa Isabel. 

A estrutura montada para a apresentação de Madonna é proporcional ao tamanho que o evento quer ter. O gigantismo começa no traslado do equipamento de 270 toneladas. O material precisou ser divido em três aviões de carga, segundo a TV Globo. A área ocupada pelo palco da Celebration Tour também é superlativa, com a estrutura chegando a 821m² — o dobro daquele da turnê mundial. De acordo com o sócio da BonusTrack, Luiz Oscar Niemeyer, Madonna tem feito shows em arenas para cerca de 20 mil pessoas, enquanto a apresentação no Rio é projetada para um público de 1 milhão.

(Terra)