Todos com menos de 30 anos da lista de mais ricos da Forbes herdaram fortunas; conheça

0
70

Segundo a publicação, passagem de heranças ‘ilustram início de uma transferência de riqueza geracional há muito esperada entre as populações idosas em todo o mundo’

Por Agência O Globo

Forbes publicou nesta segunda-feira sua mais atualizada lista com as pessoas mais ricas de todo o mundo. Mais uma vez, a publicação listou, também, os que têm o maior patrimônio antes mesmo de completar os 30 anos, e, neste ano, nenhum dos citados tem seus bens não oriundos de heranças, algo que não ocorria desde a edição de 2009 do levantamento.

lista de bilionários da Forbes é divulgada todos os anos, geralmente no início de abril. A deste ano está na 38ª edição. Boa parte da fortuna dos bilionários está atrelada a ações. A data de corte para a lista de 2024, divulgada nesta terça-feira, é 8 de março. Ou seja, o valor da fortuna de cada um dos nomes do ranking se refere a essa data. A revista também tem uma lista em tempo real, que é atualizada diariamente.

No topo da lista de “herdeiros” estão os irmãos islandeses Mistry, de 25 e 27 anos, que acumular cerca de 4,9 bilhões de dólares cada (R$ 24,8 bilhões), referentes ao conglomerado Tata Sons, com sede em Mumbai, na Índia, especializado no setor de TI e comunicações, engenharia e energia. Eles herdaram as participações após a morte de seu pai, Cyrus Mistry, em 2022.

“[Mas] Eles estão longe de ser os únicos jovens bilionários a entrar na lista nos últimos três anos devido ao falecimento do pai. O italiano Clemente Del Vecchio, de 19 anos, recebeu uma grande participação na fabricante ítalo-francesa de Ray-Ban, EssilorLuxottica, após a morte de Leonardo Del Vecchio em 2022. Seus irmãos Leonardo Maria, 28, e Luca, 22, também herdaram fortunas, assim como três irmãos mais velhos. Depois, há Sophie Luise Fielmann, 29 anos, herdeira alemã da Fielmann AG, uma fortuna de óculos deixada por seu pai, Günther Fielmann, que morreu em janeiro aos 84 anos”, explica a publicação.

Segundo a Forbes, as movimentações “ilustram o início de uma transferência de riqueza geracional há muito esperada entre as populações idosas em todo o mundo”. A expectativa para os próximos anos é a de que bilhões em grandes fortunas “mudem de mãos todos os anos à medida que os idosos abastados falecem e deixam as suas fortunas aos descendentes”. A revista cita, como exemplo, o caso de “bilionários idosos como Charles Koch, 88, e Phil Knight, 86, [que] estão atualmente se preparando para passar suas heranças aos filhos”.

Quem é a bilionária brasileira que aparece na lista da Forbes?
Segundo a Forbes, a bilionária mais jovem do mundo é a brasileira Lívia Voigt, “com apenas 19 anos e ainda na faculdade”, ela acumula cerca de US$ 1,1 bilhão (cerca de R$ 5,57 bilhões) “graças à sua participação minoritária na produtora de equipamentos elétricos WEG, da qual seu falecido avô foi cofundador”.

Assim como sua irmã Dora Voigt de Assis, de 26 anos, que também aparece na lista com o mesmo valor de patrimônio, Livia possui 3,1% da Weg, empresa de Santa Catarina. Elas são as netas mais novas de Werner Ricardo Voigt, o bilionário cofundador da companhia falecido em 2016. As duas são caras novas na lista de mais ricos do mundo da Forbes.

Livia Voigt, que ainda está na faculdade, é um entre os 69 nomes de brasileiros que aparecem na lista de bilionários da Forbes 2024. Quatro deles têm o sobrenome Voigt. O brasileiro mais rico é Eduardo Saverin, cofundador do Facebook, e dono de uma fortuna de US$ 28 bilhões.

Livia é apenas dois meses mais jovem que o italiano Clemente Del Vecchio, que também tem 19 anos, e é um dos herdeiros da Luxottica, maior fabricante de óculos do mundo e dona da marca Ray-Ban. Ele tem uma fortuna de US$ 4,7 bilhões ( R$ 23,7 bilhões). No ano passado, ele era o mais jovem na lista.

Lista brasileira de bilionários
A Forbes também tem listas nacionais. Na lista brasileira, de 2023 (esta ainda não foi atualizada), Livia Voigt é uma das 29 herdeiras da Weg. Nenhuma outra empresa no país criou uma geração tão farta de milionários quanto esta empresa.

A fabricante catarinense de motores, transformadores, geradores de energia e tintas é o negócio com mais representantes no ranking nacional da Forbes. É mais do que o dobro da Itaúsa, segunda colocada na lista, com 11 nomes.

Mulheres são 13,3% dos bilionários da Forbes
O ranking traz 369 mulheres. Elas representam 13,3% dos bilionários, com uma fortuna de quase US$ 1,8 trilhão — cerca de R$ 9 trilhões. No ano passado, elas respondiam por 12,8% dos integrantes do ranking. Em apenas um ano, houve um ganho de US$ 240 bilhões de riqueza entre as mulheres.

O ranking feminino é liderado por Fraçoise Bettencourt, herdeira da L’Oreal, que está no topo desde 2019 e acumula fortuna de US$ 99,5 bilhões. Também está na lista MacKenzie Scott, ex-mulher de Jeff Bezos, com US$ 35,6 bilhões.

(Folha de Pernambuco)