Um ano após morte de Marília Mendonça, investigação da FAB sobre queda de avião não foi concluída

0
453

Artista morreu em desastre aéreo na cidade de Piedade de Caratinga (MG), em 5 de novembro de 2021. Força Aérea afirma que coleta de dados e pesquisa de condições da aeronave já foram concluídas.


Avião com cantora Marília Mendonça cai em Minas Gerais — Foto: Reprodução

Avião com cantora Marília Mendonça cai em Minas Gerais — Foto: Reprodução

Um ano após a morte da cantora Marília Mendonça, a investigação da Força Aérea Brasileira (FAB) sobre o acidente aéreo que vitimou a artista e outras quatro pessoas ainda não foi concluída. A apuração é realizada pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

A cantora morreu depois que o avião em que estava caiu, na cidade de Piedade de Caratinga, em Minas Gerais, no dia 5 de novembro de 2021. Além de Marília, morreram o tio dela, Abicelí Silveira Dias Filho, o produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Medeiros Júnior e o copiloto Tarciso Pessoa Viana (relembre abaixo).

Em nota, a FAB informou que os trabalhos de campo da investigação, chamados de ação inicial, e a coleta de dados e pesquisas sobre as condições da aeronave já foram concluídos.

De acordo com o relatório inicial do órgão, o avião caiu após atingir uma linha de distribuição de energia, perto de uma cachoeira. A análise completa, com todas as informações, ainda não está disponível e, por isso, nenhuma conclusão pôde ser feita.

Por trás dos holofotes: quem era Marília Mendonça nos bastidores

A próxima etapa, segundo o órgão, prevê a discussão sobre a minuta do relatório com os representantes dos países de fabricação da aeronave e dos motores. Quando isso for concluído, o Cenipa deve emitir recomendações de segurança para evitar acidentes futuros.

As atividades de campo da investigação foram finalizadas na primeira semana depois do acidente. Os destroços do avião foram levados para o Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

Na época, a fuselagem foi dividida em partes menores para passar por uma perícia detalhada em um hangar da Aeronáutica. Já o motor do avião foi levado para Sorocaba, em São Paulo.

O acidente

A aeronave que caiu era um bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, com capacidade para seis passageiros. Segundo a Anac, o avião estava em situação regular e tinha autorização para fazer táxi aéreo.

A aeronave decolou do Aeródromo Santa Genoveva, em Goiânia (GO), com destino ao Aeródromo de Caratinga (SNCT), às 16h02min. O relatório da FAB aponta que, durante a fase de aproximação para o pouso, a aeronave colidiu contra uma linha de distribuição de energia.

O documento indica ainda que o avião teve danos substanciais e que todos a bordo sofreram lesões fatais.

Um ano sem Marília Mendonça

o

Veja como era a relação de Marília Mendonça com os músicos de sua banda

Marília nasceu em Cristianópolis (GO) em 22 de julho de 1995. Entre os seus grandes sucessos, que a colocaram como uma das cantoras mais ouvidas do país, estão “Infiel”, “De quem é a culpa?’ e “Eu sei de cor”. Marília deixou um filho, Léo, que hoje tem dois anos. Relembre a trajetória.

As músicas de Marília Mendonça arrebataram o Brasil com letras e melodias intensas e românticas. Ela liderou uma reviravolta feminina no mercado sertanejo, que impôs mulheres como protagonistas do estilo até então dominado quase apenas por homens, a partir de 2016, no chamado “feminejo”.

Um ano após a morte, a cantora continua sendo a artista mais ouvida do Brasil no Youtube. Em 2022, ela liderou a parada semanal de artistas mais tocados do Brasil no YouTube em 42 das 43 semanas até o fim de outubro.

No Spotify, Marília também foi a artista mais ouvida do Brasil na maioria das semanas de 2022. De 43 semanas, ela liderou em 28. Ao todo, o repertório da artista tem 441 músicas escritas ou gravadas.

(G1)